5 dicas poupar dinheiro

Se você chegou no final do mês sem um tostão na carteira esse texto é para você.

Depois de ler aplicar as tarefas deste texto com certeza vai sobrar uma grana no final do mês!

Desde muito cedo o Bruno e eu (Rodrigo), temos o costume de poupar dinheiro e fazer sobrar no final do mês. No começo, quando criança, guardava em um cofrinho que eu mesmo fazia com as latas de achocolatado. Ao longo dos anos fui me aperfeiçoando, passando a poupar e investir de forma mais inteligente, e neste texto vou dar as 5 dicas mais valiosas de como fazer isso.

1. Crie metas de curto, médio e longo prazo.

Metas grandes – É a meta de longo prazo, não existe um padrão, mas normalmente são metas que tem como prazo de 5 a 10 anos (ou mais) e que tem um nível de complexidade alto para serem alcançadas.

São exemplos de metas de longo prazo: Comprar uma casa própria ou parar de trabalhar e viver dos rendimentos.
Metas médias – São metas de médio prazo, 3 a 5 anos, por exemplo: Comprar um carro, fazer uma faculdade ou fazer um intercâmbio.

Metas pequenas – São metas de curto prazo, de 1 a 3 anos, por exemplo: Comprar um computador, Investir uma quantia em dinheiro ou fazer alguma viagem.

Para que essas metas não caiam no esquecimento, é muito importante que você escreva essas metas em um papel e coloque sempre em um local visível que você passe todos os dias.

2. Pesquise antes de comprar.

Já que você tem suas metas anotadas pesquise os melhores lugares para comprar o que você quer alcançar. Esse é um dos maiores problemas de não ter metas, você compra tudo, porque acha que tudo é importante. Se tudo é importante, nada é importante.

E se você quer economizar ainda mais depois de pesquisar qual a loja que tem o melhor preço vá até o estabelecimento físico (se existir é claro) e siga a próxima dica.

3. Peça descontos

Se somarmos a quantia que economizamos ao pedir descontos com certeza juntamos o suficiente para uma bela viagem em um local paradisíaco, por isso, peça descontos.

Mas Rodrigo, eu fico sem graça de pedir descontos. Parece que estou mendigando!

Isso não é nenhuma vergonha. Você é uma pessoa que valoriza o dinheiro e sabe o quanto se esforçou para conseguir o seu salário. Pode ter certeza, o vendedor não vai sair perdendo se ele te der um desconto.

E vou ensinar uma técnica de ouro, para você economizar ainda mais.
Nunca pergunte:

Tem desconto?
Em vez disso, pergunte:
Quanto é o meu desconto?
Se o vendedor falar que não tem desconto, tente conversar com o gerente.

4. Evite o desperdício

Não tenha o olho maior do que sua barriga, ou melhor falando, do que sua carteira.

Compre apenas o necessário, não caia nas ciladas de promoções do tipo compre 6 e leve 8. Se você precisa apenas de 1, por quê levar 6? Oito então, nem se fala.

Uma forma de você detectar se sofre deste problema é perceber se bate uma culpa depois de ter comprado algo. Se você está se sentindo culpado, ou é porque não precisava daquilo que comprou; ou comprou algo que sua carteira não consegue pagar.

5. Guarde uma parte do seu salário

Sempre que o seu salário cair, guarde uma quantia em uma conta separada ou em uma poupança. A poupança não é o lugar mais indicado para guardar o seu dinheiro e o Bruno já explicou o porquê na aula passada (leia aqui), mas para quem está começando e ainda não conhece o incrível mundo dos investimentos, pode começar por ela.

Se você começar poupando R$ 100,00 por mês ao completar 1 ano você terá no mínimo R$ 1.200,00 (se não investir em nada, nem na poupança) e que pode ser dinheiro suficiente para alcançar uma meta pequena.

Inscreva o seu email (gratuitamente) em nossa lista de aulas e se junte aos mais de 250 alunos e alunas que querem investir.

Receba novas aulas por email

Coach executivo e financeiro, co-fundador do Criando Futuro. Formado em Engenharia Elétrica pela Faculdade de Engenharia Industrial, Personal & Professional Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching e International Coaching Community, Programação Neurolinguística pela Iluminatta Brasil. Já acumulou em sua carreira mais de 250 horas em atendimentos de coaching.