Aulas

Letra de Crédito: o que é LC e como investir?

Aprenda o que é LC e como investir neste título

Guardar dinheiro na poupança é algo que já ficou no passado. Com isso novos tipos de investimento têm atraído cada vez mais atenção, como investir na bolsa de valores ou em produtos de renda fixa como a Letra de Câmbio, Letras de Crédito ou o CDB.

Muitas pessoas ainda não sabem o que é uma letra de cambio, por isso, neste guia explicaremos tudo sobre este título.

O que é Letra de Câmbio?

Letras de Câmbio são títulos de renda fixa, como o CDB. São oferecidas por sociedades de crédito, investimento e financiamento, conhecidas como Financeiras, onde o emitente é o devedor, o beneficiário é a pessoa física ou jurídica que investe o seu dinheiro, e o aceitante é a financeira, como a Avista e a Crefisa.

Antes de mais nada LC ou Letra de Câmbio é um título de Renda Fixa, muito procurado por sua boa rentabilidade.

Comprar um título de Renda Fixa é como emprestar dinheiro ao emissor do papel em troca de remuneração, o que ocorre em forma de juros e correção monetária.

Como quando você investe em um banco para que o mesmo tenha capital suficiente para girar entre seus clientes financiados, o que acontece nos títulos de CDB.

Vantagens e Desvantagens

Vantagens

  • Investimento de baixo risco
  • Rentabilidade maior que a poupança
  • Proteção de até 250 mil reais pelo FGC
  • Possui rentabilidade diária
  • Pode ter taxas prefixadas ou pós fixadas

Desvantagens

  • Sofre tributação de IR
  • Investimento mínimo maior do que o de concorrentes como o Tesouro Direto
  • Pode possuir carência
  • Não serve como margem de garantia para investir na Bolsa de Valores

Rendimento Letra de Câmbio

Para entender o rendimento da Letra de Câmbio você precisa entender antes que ela pode ser de três tipos diferentes:

1) LC pós fixada

É quando no momento da aplicação você não conhece a rentabilidade exata, mas apenas uma estimativa do valor que será resgatado no vencimento. Isso porque esta modalidade possui sua remuneração atrelada a uma porcentagem do CDI, que tem oscilação de acordo com o mercado financeiro.

Essa é a modalidade mais segura de Letra de Câmbio.

2) LC prefixada

Nesta modalidade você conhecerá a rentabilidade que terá ao final, quando for resgatar seu investimento, no momento da aplicação. Neste caso você tem o risco da taxa de juros subir e a remuneração que você contratou se mostrar baixa no futuro.

Imagine que você aceita receber 10% de juros ao final de um ano, mas a taxa Selic no período suba e termine em 20%. Receber 10% não terá sido um bom investimento, certo?

3) LC híbrida

Esta terceira possui rentabilidade atrelada tanto a juros quanto a um segundo indexador, que pode ser por exemplo o CDI ou IPCA. Dessa forma seu rendimento também pode variar de acordo com o mercado.

Um bom exemplo destas letras são títulos que rendem CDI + 1% ou IPCA + 7% ao ano.

Um exemplo:

A LC pós fixada, hoje em 18/09/2015, pode possuir uma rentabilidade superior a 120% do CDI.

Com o CDI rendendo 14,13% temos uma rentabilidade final de 16,95% ao ano (120% x 14,13%).

Isso quer dizer que com o investimento mínimo de R$30.000,00 você teria uma rentabilidade bruta de R$5.085,00 no primeiro ano.

↪ Quer aprender como organizar as finanças e fazer renda extra? Entre no nosso Treinamento de Educação Financeira (gratuito e online)

Letras de Câmbio mais rentáveis

A dúvida agora é: Qual a letra de Câmbio mais rentável?

Uma LC oferecida por instituições de menor porte geralmente será uma melhor opção.

Como não possuem a grande publicidade a seu favor, instituições menores precisam pagar mais para atrair investidores. Com isso rendem mais do que as grandes instituições. Assim o pequeno investidor tem a chance de ter rendimentos que, em instituições maiores, só os grandes investidores conseguiriam.

A melhor forma de acessar essas opções de LC e fazer um paralelo de quais oferecem maiores rentabilidades é através de corretoras independentes, ou corretoras de ações. Assim você pode emprestar seu capital para várias instituições tendo somente uma conta, ao contrário de investir em um banco, onde você ficará restrito ao título do próprio banco. Dessa forma você paga menos taxas e ganha mais.

Como investir na Letra de Câmbio

Valor Mínimo

No caso da LC você precisa de um capital um pouco maior para começar a investir e ter boas rentabilidades. Em geral a aplicação mínima começa em R$30.000,00. Lembrando que você não poderá retirar esse valor antes do prazo acordado.

E como falamos anteriormente, quanto maior o valor investido, melhor será a taxa paga pelo emissor. As maiores taxas são pagas a partir de R$50.000,00.

Prazo de Investimento

A Letra de Câmbio tem vários prazos, podendo ser um investimento de curto ou de longo prazo.

Não há um prazo mínimo para a emissão deste título, porém vale ressaltar que quanto mais longo for o prazo estabelecido maior será o seu rendimento e mais interessante será investir na Letra de Câmbio. Até porque os impostos pagos irão diminuir gradativamente ao longo do tempo, de acordo com a tabela de IR, que você verá mais à frente.

Nas Letras de Câmbio é possível ganhar até 125% do CDI com a mesma segurança da poupança.

Outra informação importante é que na LC você possui carência atrelada ao vencimento para o resgate do seu investimento. Ou seja, caso você faça uma LC de 2 anos de carência, você não poderá retirar o seu dinheiro antes que este prazo acabe.

Se precisar fazer isso você terá de vender seu título para outro investidor, o que pode causar perda de todos os juros deste período. Então é necessário se programar e se preparar utilizando uma parcela do seu capital da qual você não irá precisar.

Para quem precisa pensar em prazos mais curtos, é sempre bom lembrar que existem Letras de Câmbio com liquidez diária. Nessas aplicações você ganha um pouco menos de rentabilidade em troca de poder sacar seu investimento quando quiser.

Letra de Câmbio - Riscos

Entendendo melhor como funcionam as Letras de Câmbio você pode achar que à primeira vista parece ser um risco para o investidor. Porém se atentando a alguns detalhes este risco é praticamente nulo.

O risco que você teria seria o crédito, ou seja, o emissor da LC (a financeira em questão) quebrar e você não receber o seu dinheiro. Porém este risco é mitigado uma vez que a Letra de Câmbio é segurada pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito).

Neste caso o FGC garante aos investidores uma cobertura de até R$250.000,00 por CPF e por instituição. Isso quer dizer que se você possui R$250.000,00 em um banco e R$250.000,00 em outro, ambos estão seguros.

A proteção de R$ 250.000,00 do FGC cobre não só o valor do seu investimento como também a rentabilidade que você teve até a quebra da instituição financeira

Com isso pode ser uma boa estratégia para o pequeno investidor investir em bancos menores ou financeiras, já que tanto um quanto outro são segurados e a rentabilidade, muitas vezes, será maior do que nas instituições de grande porte.

Ponto de atenção!

Se a pessoa ou empresa que pegou o dinheiro emprestado com a financeira não realizar o pagamento dessa dívida, você não terá nenhum problema. O risco de inadimplência do crédito é somente da instituição financeira.

Para minimizar os riscos do seu investimento, é essencial conhecer as opções que o mercado oferece e escolher aquela que melhor se encaixa em seu perfil de investidor e planejamento.

Letra de Câmbio x LCI

LC ou LCI? Qual o melhor?

A LC possui rentabilidade mais alta, porém a LCI não possui imposto de renda. Sendo assim, pode parecer um pouco difícil determinar qual a melhor e mais rentável opção e fazer uma escolha.

Calcular qual dos dois investimentos é mais interessante na verdade é mais fácil do que parece. Primeiramente você precisa calcular a rentabilidade da sua LC e depois retirar o imposto da mesma.

Partindo do pressuposto que você irá aplicar um capital de R$30.000,00, vamos compará-los em dois exemplos:

1.Alíquota de 22,50% de imposto de renda:

Considerando:

  • LC a 120% do CDI
  • LCI a 98% do CDI
  • CDI a 14,13% ao ano
Parâmetros LC LCI
Rentabilidade Bruta ao ano 16,95% 13,84%
Rentabilidade Bruta ao ano R$ 5.085,00 R$ 4.152,00
Imposto de Renda R$ 1.144,12 isento
Rentabilidade líquida R$ 3.940,87 R$ 4.152,00

Neste caso, para um prazo de até 6 meses e com estas taxas, a LCI é um investimento mais interessante que a LC.

2.Alíquota de 15% de imposto de renda:

Considerando:

  • LC a 120% do CDI
  • LCI a 98% do CDI
  • CDI a 14,13% ao ano
Parâmetros LC LCI
Rentabilidade Bruta ao ano 16,95% 13,84%
Rentabilidade Bruta ao ano R$ 5.085,00 R$ 4.152,00
Imposto de Renda R$ 762,75 isento
Rentabilidade líquida R$ 4.322,25 R$ 4.152,00

Agora podemos observar que a partir de 2 anos (neste exemplo) a LC passa a ser mais interessante que a LCI, com 4% a mais de lucro líquido. Lembrando que estamos verificando com a amostragem mínima de R$30.000,00 e, como falamos, as maiores taxas são pagas à partir de R$50.000,00.

Atenção:Este é apenas um exemplo comparativo. Antes de escolher qual o melhor investimento, é muito importante entender como funcionam e traçar os seus objetivos. É preciso lembrar que uma escolha errada pode te deixar preso a um investimento ou até mesmo te fazer perder toda a sua rentabilidade para se desfazer dele.

Tributação da LC

Um ponto negativo da Letra de Câmbio é o fato de sofrer tributação de imposto de renda (IR), ao contrário de investimentos como LCA e LCI.

Ainda assim, por ter retorno mais agressivo (como falamos na possibilidade de investir em financeiras de menor porte), pode possuir uma rentabilidade maior e mais competitiva do que estes.

Vale lembrar que todo o IR é retido na fonte e portanto você não tem nenhum tipo de trabalho para declará-lo. E a grande vantagem é que quanto maior o prazo da aplicação, menor é o imposto calculado sobre a mesma. Veja abaixo:

LC de até 6 meses 22,5% de imposto sobre o lucro
LC de 6 meses a 1 ano 20% de imposto sobre o lucro
LC de 1 a 2 anos 17,5% de imposto sobre o lucro
LC superior a 2 anos 15% de imposto sobre o lucro

Como declarar LC no Imposto de Renda

Como dissemos anteriormente, o imposto de renda da LC é retido na fonte. Ou seja, quando você receber os seus rendimentos, o valor do IR já terá sido descontado e você não terá trabalho algum.

E para declarar também é muito fácil. A Letra de Câmbio é declarada junto com seus demais investimentos, através do informe anual que todo contribuinte deve enviar para a Receita Federal até o final de cada mês de Abril.

Não é preciso pagar nenhuma DARF e nem preencher nenhum formulário especial, a própria corretora já lhe entrega um informe de rendimentos da LC e de seus outros investimentos. Basta copiá-lo em sua declaração de imposto de renda e está pronto.

Agora que você já sabe tudo sobre LC, você pode aproveitar essa excelente oportunidade de investimento e passar a ganhar o dobro do que recebe investindo na poupança.

Letra de Câmbio - Explicação técnica

Para quem gosta de conhecer um pouco mais profundamente o mercado financeiro, criamos uma explicação técnica do funcionamento das Letras de Câmbio.

Na emissão das Letras de Câmbio as financeiras emitem títulos de crédito negociáveis no mercado, ou ordens de pagamento que envolvem três partes:

• Emitente (ou sacador)

• Aceitante (sacado)

• Beneficiário investidor (tomador)

O emitente é a pessoa que paga determinado valor pelo título, afim de lucrar com sua valorização. O aceitante é a instituição financeira que gera a Letra de Câmbio como forma de captar recursos para emprestar a pessoas físicas ou jurídicas. E o beneficiário investidor é a pessoa que receberá o valor do título corrigido, após comprá-lo do emitente.

Basicamente é como se:

• O aceitante (financeira) fosse uma empresa que disponibilizou ações no mercado para captar recursos.

• O emitente seria o investidor primário, que deposita seu dinheiro naquela empresa, comprando suas ações. Porém com o passar do tempo ele as comercializa no mercado secundário, como forma de rentabilizar mais ou mais rapidamente.

• Então surge o beneficiário investidor, que compra essas ações do primeiro.

Só que as ações, neste caso, são contratos de financiamento, que são as letras de Câmbio (LC), e trazem explicitamente: valor a ser pago, data e local em que deve ser realizado.

Uma grande vantagem que chama muita atenção na LC é o fato de ser um investimento de baixo risco, uma vez que na Renda Fixa você pode conhecer previamente a remuneração que irá receber e não corre risco de simplesmente perder o seu capital com uma oscilação do mercado.

Além disso as negociações de Letras de Câmbio devem ser intermediadas por instituições financeiras autorizadas pelo BACEN - Banco Central do Brasil.

Estes títulos devem estar registrados na B3 (Brasil, Bolsa, Balcão) e devem ser nominativos, sendo transferíveis apenas por endosso em preto, ou seja, com especificação do nome do beneficiário investidor.

Gostou desse artigo? Compartilhe com os seus amigos e nos ajude a levar conhecimento para mais pessoas!