A receita federal já está recebendo as declarações do imposto de renda do ano base 2016 elas poderão ser enviadas até as 23h59m do dia 28 de abril.

Você quer aprender a declarar investimentos como Ações, Fundos Imobiliários, Poupança, CDB, LCI e outros? Conheça o nosso curso Declarando Investimentos.

Quem precisa declarar o imposto de renda 2017?

Segundo a receita federal, é obrigatório declarar o contribuinte que recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2016. Comparando este valor com a declaração do imposto de renda de 2016, houve um aumento de 1,54% (R$ 28.123,91).

De acordo com a Receita Federal, estão obrigados a declarar o imposto de renda este ano, quem:

  • Recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70;
  • Recebeu rendimento isentos acima de R$ 40.000,00;
  • Fechou o ano de 2016 com bens e direitos acima de R$ 300.000,00;
  • Realizou lucro na venda de bens e direitos ou na Bolsa de Valores.

Tabela IRPF critérios e condições

Formas de entrega

A entrega da declaração do Imposto de Renda 2017 poderá ser feita pela internet, com o programa de transmissão da Receita Federal (IRPF 2017), online (com certificado digital), na página do próprio Fisco, ou por meio do serviço “Fazer Declaração”, disponível para tablets e smartphones.

Elas acontecem no intervalo de 02 de março a 28 de abril, caso o contribuinte não declare ou passe do prazo de entrega terá que pagar uma multa de no mínimo R$ 165,74.

Restituições

Os contribuintes que enviarem a declaração no início do prazo, sem erros, omissões ou inconsistências, também receberão mais cedo as restituições do Imposto de Renda. Idosos, portadores de doença grave e deficientes físicos ou mentais têm prioridade.
As restituições começarão a ser pagas em 16 de junho, e seguem até dezembro, para os contribuintes cujas declarações não caíram em malha fina.

A multa para o contribuinte que não fizer a declaração ou entregá-la fora do prazo será de, no mínimo, R$ 165,74. O valor máximo correspondente a 20% do imposto devido.

Cronograma de restituições:

Tabela IRPF restituições

Declaração de investimentos

Todo e qualquer investimentos deve ser declarado no programa IRPF, mesmo aqueles investimentos onde não existe a incidência de imposto de renda, como por exemplo a poupança.

As aplicações financeiras que não pagam imposto de renda devem ser informadas no campo Rendimentos Isentos e Não Tributáveis já as aplicações financeiras que pagam Imposto de Renda precisam ser informadas no campo Rendimentos Sujeitos a Tributação Exclusiva/Definitiva, além do preenchimento de outros campos que varia de acordo com cada tipo de investimento. É importante muita atenção ao preencher, pois se for feita de forma incorreta o contribuinte pode cair na malha fina ou até mesmo pagar mais imposto do que deveria.

Cada tipo de investimento tem sua forma correta de ser declarado, por isso, é de suma importância que o contribuinte esteja com o informe de rendimentos enviado pelo banco ou corretora.

Está com dúvidas? Separamos as 8 principais perguntas e respondemos para você, leia agora visitando a aula de Perguntas e Respostas do Imposto de Renda 2017 (clique aqui).

Lembre-se você tem até as 23h59m do dia 28 de abril para enviar a sua! Mãos a obra!

Baixar IRPF 2017

Economize seu tempo e dinheiro

Faça o nosso curso Declarando Investimentos e aprenda a fazer sua declaração de investimentos, sem depender de ninguém e da forma correta.

Um bom contador cobra cerca de R$ 250 para fazer a sua declaração, pois investimentos são mais complexos de declarar e se fizer algum erro, a multa mínima que a Receita Federal vai te aplicar é de R$ 165,74.

Conheça o nosso curso, invista na sua tranquilidade: Declarando Investimentos (clique aqui).

 

Coach executivo e financeiro, co-fundador do Criando Futuro. Formado em Engenharia Elétrica pela Faculdade de Engenharia Industrial, Personal & Professional Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching e International Coaching Community, Programação Neurolinguística pela Iluminatta Brasil. Já acumulou em sua carreira mais de 250 horas em atendimentos de coaching.