Agora que você já sabe como fazer para sobrar uma grana no final do mês (se ainda não sabe sugiro ler a aula anterior 5 dicas para sobrar dinheiro e depois continuar essa aula) é hora de limpar tudo aquilo que não presta na sua vida financeira, assim você consegue fazer sobrar ainda mais dinheiro.

Depois de fazer as tarefas da aula anterior e fazendo as tarefas dessa aula, você já pode começar a pensar em investir seu dinheiro com total segurança.

Vamos as dicas!

Pegue seu extrato bancário

Para que você consiga começar uma faxina é importante verificar tudo o que está fora do lugar, você não limpa sua casa jogando tudo para debaixo do tapete, certo? Você observa qual o cômodo mais crítico e começa a organizar e limpar tudo por lá.

Para que você tenha essa visão geral de como está sua vida financeira, vá até o internet banking e baixe o extrato bancário da sua conta de 1 ano atrás até a data de hoje.

Separe seus gastos

Agora que você está com o extrato bancário em mãos é hora de começar a colocar tudo em seu devido lugar.

Fizemos para você uma planilha que vai ajudar MUITO a organizar essa bagunça toda, para receber essa planilha preencha o formulário.

Como você pode perceber na planilha, temos 3 tipos de classificação para os gastos: Fixos, Variáveis e Extras.

Você vai passar para a planilha todos esses gastos segundo a classificação de cada um, abaixo vamos explicar como classifica-los e quais ações tomar para fazer uma limpeza geral e deixar sua vida financeira brilhando.

Gastos Fixos

Gastos fixos são aqueles nos quais você não consegue se livrar tão fácil e que tem um peso importante no seu orçamento. Eles irão demandar um grande esforço para que estejam realmente organizados, mas assim que você ajusta-los ficarão fáceis de administrar.

Por exemplo:

Aluguel, condomínio, seguro, plano de saúde, colégio, faculdade, IPTU, IPVA

Ação

Ações para gastos fixos são um tanto quanto drásticas, pois normalmente os gastos fixos são gastos importantes para sua vida. Ao fazer o levantamento destes gastos é importante avaliar se estão alinhados com o seu orçamento.

Por exemplo:

Você mora em um apartamento no qual o aluguel e condomínio estão comendo grande parte do seu salário fazendo você entrar em dívidas. A ação a ser tomada é clara, mudar para um mais barato.

Você tem um carro que está dando gastos e não consegue arcar, IPVA, gasolina, seguro e financiamento. A ação a ser tomada é trocar de carro ou vender.

Basicamente as ações de gastos fixos envolvem “eliminar” ou “trocar por algo mais em conta” essas ações são de grande peso, por isso, é importante pensar e se planejar muito bem antes de tomar qualquer decisão drástica.

Gastos Variáveis

Os gastos variáveis são aqueles que variam de acordo com o seu uso e também tem certa importância no seu dia a dia, por exemplo, o combustível do carro, alimentação, conta de água e luz, ração do cachorro.

Ação

Para os gastos variáveis a ação a ser tomada é mais simples, porém não menos importante. Veja quais são os gastos com menor prioridade na sua lista e comece a reduzir o consumo. Estipule quantos por cento você vai reduzir para uma categoria e acompanhe dia a dia a evolução deste orçamento.

Por exemplo:

Você gasta R$ 1.000,00 com supermercado no mês e pretende reduzir o consumo desta categoria em 10%, portanto, no próximo mês você terá R$ 900,00 para compras no supermercado.

Ao chegar no supermercado tenha em mente gastar R$ 900,00 e elimine aquilo que não é importante.

Gastos Extras

Os gastos extras ou emergenciais são aqueles que não possuem tanta relevância no seu dia a dia (mas mesmo assim você insiste em comprar, por exemplo, mais um par de sapatos para a sua coleção de 100 sapatos) ou aqueles gastos inesperados que não estavam previstos no orçamento, por exemplo, contas atrasadas, multas, a película do celular que riscou.

Ação

A ação a ser tomada aqui é basicamente a mudança na sua forma de pensar.

Você deve estar se perguntando, mas devo cortar todos os meus gastos extras? Claro que não!

É muito importante ter momentos em que você possa desfrutar de algumas compras extras, de um cinema ou de uma balada no final de semana. Mas se no seu orçamento você percebe que isso é um excesso, ou seja, esta gastando mais do que devia, é hora de fazer uma faxina!

Você precisa mudar este pensando de viver a vida como se não houvesse amanhã.

Agora que você já sabe o passo a passo para fazer a faxina no seu orçamento é hora de baixar a planilha pegar o esfregão e limpar!
Tenho certeza que vai sobrar uma grana no final do mês depois dessa faxina!

Coach executivo e financeiro, co-fundador do Criando Futuro. Formado em Engenharia Elétrica pela Faculdade de Engenharia Industrial, Personal & Professional Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching e International Coaching Community, Programação Neurolinguística pela Iluminatta Brasil. Já acumulou em sua carreira mais de 250 horas em atendimentos de coaching.