Aulas

Nome sujo? Saiba como Conseguir Crédito

Nome sujo? Saiba como Conseguir Crédito

É verdade: ter o nome inscrito em cadastros negativos como o Cadastro Positivo e a Serasa pode dificultar bastante o acesso a um cartão ou alguma outra linha de crédito. Mas nem tudo está perdido caso você esteja com o nome sujo na praça e não tenha tempo suficiente para recuperar sua saúde financeira. Há algumas (poucas) opções para quem passa por dificuldades, conheça nas próximas linhas.

Crédito de bancos menos conhecidos

Alguns bancos menores apostam em clientes que as grandes instituições não atendem. No BMG, por exemplo, funcionários públicos e aposentados têm um cartão de crédito sem consulta aos órgãos de proteção. Isso significa que, mesmo quem está com o nome sujo pode solicitar este cartão, desde que faça parte do público ao qual se destina. O Banco Bonsucesso também oferece um cartão sem consulta prévia para funcionários públicos e aposentados.

Cartões pré-pagos

Como sugere o nome, existem cartões nos quais o consumidor credita um valor em dinheiro para usar depois. São os cartões pré-pagos, que não fazem restrição a clientes negativados porque não são linhas de crédito. Eles podem ser uma solução temporária para quem precisa usar serviços similares aos bancários – como o cartão de débito ou as compras pela internet –, mas não consegue abrir uma conta em um banco por causa da restrição.

Mantenha as contas em dia

Não se engane: quem já está endividado a ponto de ter o nome inscrito em cadastros negativos deve evitar buscar mais crédito. “Quando uma pessoa fica negativada, as portas do crédito se fecham. Normalmente só restam as financeiras (instituições focada em conceder empréstimos) como opção e elas costumam cobrar juros altos por conta do risco que o cliente endividado representa. Desta forma, no longo prazo fica mais difícil quitar a dívida.

O ideal é buscar equilibrar as finanças ao perceber que as dívidas estão aumentando, ou seja, evitar empréstimos e, consequentemente, a inscrição em cadastros de devedores. Outra possibilidade é encontrar uma opção mais barata, como um empréstimo pessoal no banco onde já se tem conta corrente.