Aulas

Juros Compostos: Como multiplicar o seu dinheiro

Juros Compostos: Como multiplicar o seu dinheiro

Os juros compostos são importantes para a construção de um patrimônio no longo prazo, disso muita gente já sabe. Mas, o que não sabem é como eles funcionam e porque ajudam tanto a aumentar o dinheiro. Esse é um conceito matemático bastante simples e que pode colocar em outra perspectiva a decisão de investir

Afinal, para quem não conhece a lógica dos juros compostos, ganhar 9% de juros em um ano não parece ser uma grande oportunidade. Agora, quando você compreender os juros compostos, esses 9% de rendimento vão fazer bastante sentido. Entender o conceito de juros compostos é fácil. Vamos começar com um exemplo:

Pedro tem R$ 10.000,00 e decide investir o dinheiro em uma aplicação financeira que rende 9% ao ano. Ao final do primeiro ano, ele tem em sua conta R$ 10.900. Caso ele resgatasse o rendimento de R$ 900 e, no próximo ano, obtivesse a mesma rentabilidade, Pedro teria o rendimento calculado em juros simples, ou seja, receberia o mesmo rendimento de R$ 900 todos os anos.

Mas, o Pedro é esperto e sabe que, se em vez de resgatar os rendimentos a cada ano, deixá-los investidos, no próximo ano terá mais rendimentos. Afinal, os 9% de juros incidirão do segundo ano em diante e não apenas sobre o capital inicialmente investido, mas também sobre os juros que já foram pagos no ano anterior. Isso significa que os juros recebidos gerarão mais juros. Veja o gráfico abaixo para entender esse processo e a diferença entre os juros simples e os juros compostos:

juros simples e compostos


Essa imagem mostra o que aconteceria se Pedro deixasse seus R$ 10.000 investidos em uma aplicação financeira que rendesse 9% ao ano. Em azul, está retratada a sua evolução patrimonial caso decidisse resgatar, a cada ano, os rendimentos obtidos. Em verde, o gráfico retrata o que aconteceria caso deixasse os rendimentos investidos e recebesse juros compostos. E o resultado é uma clara vantagem para os juros compostos: seus R$ 10.000,00 teriam se transformado em R$ 121.721,82 (um crescimento de 11 vezes), contra R$ 36.100,00 dos juros simples (crescimento de só 2,6 vezes). 

Para entender melhor como os juros compostos funcionam e porque uma rentabilidade como essa foi possível, é importante dividí-lo em três variáveis: dinheiro aplicado, taxa de juros e tempo de aplicação. Esse é um ponto importante, porque quanto maior for qualquer uma dessas variáveis, maior será o patrimônio construído. 

No exemplo do gráfico, é possível verificar o efeito do tempo no cálculo dos juros compostos. Os R$ 10.000,00 demoraram 16 anos para resultar em R$ 36.424,00, mas apenas mais 14 anos para render R$ 121.721,82. Isso significa que, a cada ano, o montante acumulado cresce cada vez mais, apesar da taxa de juros ser a mesma. 

O efeito da variável dinheiro também é fácil de ser percebido, pois se você tem R$ 10.000,00 investidos nas condições do exemplo, terá R$ 121.721,82 em 30 anos. Mas, com R$ 100.000,00, teria aproximadamente R$ 1.217.000. É por isso que é muito importante economizar a cada mês um pouquinho do que recebe: ao proceder dessa maneira, você está manipulando a variável dinheiro a seu favor, garantindo uma probabilidade maior de que seu patrimônio cresça bastante no futuro. Por fim, a variável da taxa de juros. Quanto maior a taxa de juros, melhor. Vejamos o seguinte gráfico:

graficos juros compostos

No gráfico, os R$ 10.000,00 investidos por Pedro está com três taxas de juros diferentes: 9% (azul), 12% (verde) e 15% (amarelo) ao ano, por 30 anos. 

Uma diferença aparentemente pequena como essa, de 3% para cada faixa de rentabilidade, é capaz de gerar resultados significativamente maiores. Investindo o montante com uma taxa de 9% ao ano, o investidor teria recebido os R$ 121.721,82 que conheceu antes. 

Na taxa de 12% ao ano, Pedro receberia mais do que o dobro, R$ 267.499,30. E na taxa de 15% ao ano, receberia R$ 575.754,54. 

Um bom resultado para quem começou com R$ 10.000,00 e não investiu mais nada depois, não é? 

É por esse motivo que aqui, no Criando Futuro, ensinamos todos os tipos de investimentos para que você tenha uma carteira de investimentos bem diversificada e com maior retorno. Com esse conhecimento você pode alcançar os valores que estudamos nessa aula e, com bastante esforço, até superar.

Quer simular a rentabilidade dos seus investimentos ou de produtos que está estudando? Use a nossa calculadora abaixo, gratuitamente!


Compartilhar