Os Melhores Investimentos para 2022

Os Melhores Investimentos para 2022

Este ano acabou sendo um ano bom para investir no mercado de renda variável, apesar das grandes flutuações. Com isso, um dos principais fatores para os ativos de renda variável se deu por ter registrado a menor taxa de juros histórica. Além disso, a Ibovespa bateu recorde em 2021. Por isso, é importante ficar de olho nas tendências dos melhores investimentos para 2022.

Mas vamos colocar as coisas em perspectiva. Como a economia está longe de voltar para sua capacidade total, ainda existem muitas incertezas.

Primeiro, a nova onda de coronavírus, a variante Omicron, prejudicou as perspectivas de uma recuperação econômica global no curto prazo. Em segundo lugar, a taxa de inflação permanece elevada e, por fim, estamos 2022 é ano de eleições presidenciais.

A principal preocupação de todo investidor é com um cenário de incertezas que pode mudar o rumo dos seus investimentos.

Em que tipo de ambiente estaremos em 2022 e como você pode se posicionar para obter retornos sólidos? Os investidores devem ter em mente o seguinte ao iniciar o novo ano:

  • Como as taxas de juros mais altas afetam as ações e renda variável.
  • Desaceleração do crescimento econômico em 2022.
  • Como as eleições 2022 vão influenciar o mercado.

Por isso, decidimos criar esse artigo com o intuito de te mostrar quais os melhores investimentos para 2022. Lembrando que este artigo não se trata de uma análise de investimentos ou recomendação de compra e venda.

Investimentos Internacionais

Dada a abundância de oportunidades no cenário doméstico brasileiro, muitos investidores podem ter dúvidas se consideram investir no exterior em 2022. Com tantas opções aqui, por que enviar dinheiro para o exterior?

Ainda acrescenta a taxa de câmbio do dólar dos EUA está em um nível recorde, o que tende a afastar ainda mais os investidores das contribuições dolarizadas. É preciso considerar algumas das vantagens de se investir em dólares.

Sem dúvida, a diversificação geográfica em ativos do exterior é o maior benefício de se transferir dinheiro para fora do Brasil. Dessa forma, os investidores protegem parte de seus ativos dos riscos específicos do país.

Dessa forma, entre esses riscos estão o risco político, por conta da eleição presidencial de 2022. E, o risco fiscal, que está crescendo cada vez mais com a alta probabilidade de rompimento no teto de gastos do governo.

Essas variáveis ​​e muitas outras, como a taxa Selic e a inflação doméstica, impactam diretamente a cotação do dólar. Assim, permite que a taxa de câmbio suba ainda mais rápido no curto e médio prazo, dependendo do contexto, o que favorece investir no exterior.

Histórico do Dolar x Real

E, além dos riscos associados a fatores que contribuem para a valorização do dólar e a desvalorização do real. Pois, existem outros pontos que favorecem o investir fora do Brasil. Por exemplo, ter acesso a excelentes empresas, inclusive aquelas que não estão listadas no B3.

Além disso, historicamente tem havido uma tendência oposta na taxa de câmbio do dólar e desenvolvimento da Bolsa de Valores brasileira. Segue abaixo o gráfico da variação do dólar frente ao Ibovespa em 10 anos.

histórico dólar x real 10 anos

Dessa forma, apesar da valorização de ambos os ativos durante o período, há momentos em que há uma tendência claramente oposta. Ou seja, quando o Ibovespa está em forte queda, o dólar tende a se valorizar. Assim, a taxa de câmbio tende a cair quando e as ações sobem.

Renda Fixa atrelada ao IPCA

Com a queda dos preços das ações e tantas vezes entre os ativos negociados em bolsa, os investimentos em títulos de renda fixa poderiam ser omitidos por alguns investidores em 2022.

No entanto, deve-se levar em conta que devido ao aumento da inflação e das taxas de juros no período. Dessa forma, tende a atingir para a área de dois dígitos, a atratividade da renda fixa está voltando ao primeiro plano. Afinal, foi justamente a longa história de inflação e de altas taxas de juros que tornou o Brasil conhecido como a terra dos aposentados.

Assim, esses dois fatores foram responsáveis ​​por que a rentabilidade acumulada do CDI (Certificado de Depósito Interbancário) superasse com facilidade o índice Bovespa nos últimos 25 anos.

Abaixo está o retorno acumulado do CDI e IBOV de agosto de 1994 a outubro de 2021:

retorno CDI 1996 até 2021

Com isso, as oportunidades de investimentos em renda fixa voltaram a surgir para 2022 para montar um portfólio diversificado.

Aprenda como organizar as finanças e fazer renda extra (100% online e gratuito)

ícone de uma caixa de correio

Treinamento Financeiro

Faça agora mesmo o nosso Treinamento de Finanças, online e totalmente gratuito!

Quero participar!


Atualizado em

Por: Bruno Papi

Categorias: Investimentos

Compartilhe esse artigo com mais pessoas: